quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

Sólida

© Julia Fullerton-Batten

lar

onde demônios carregam tijolos
solidão é tempo
e as mortes, nossas, esta casa inacabada
sem rosto.

Eu e
- outro eu
no cruzamento de roucos
uma bota suja na cama.

No meio do corredor vazio
a dor é lábil.

E sólida, concretas
sua existência.

Lar onde perdi minha bota.


Patricia Porto




terça-feira, 12 de janeiro de 2016

13 por dia

Kylli Sparre


Saber-se infinita,
o que mais posso querer, meu filho?
Saber-se finita,
o que mais posso querer, minha filha?
Saber-se a dona do meu nariz,
saber que ele não foi quebrado,
o que mais posso querer, futuro?

Patricia Porto

Fome

Imagem: Kylli Sparre

domingo, 10 de janeiro de 2016

Relieves Fatigue

Schilte & Portielj


Se tenho medo corro,
se sangro ando suja
ou ando sujo se sangro

- no que tenho mãos me ocupo
do que há no fundo

Deixe que eu diga,
deixe que eu me coma, pois preciso dessa voz

Se há tormenta eu minto
sorrisos são da transvestida
- Monalisa do álbum de fotografia

sempre quis um homem bom,
uma boa mulher,
um sonho de riscos sem riscos

mas o mar é mais perto,
mais sal, mais violento,
mais tabu,
tem mais mãos

um pouco de fadiga
se resolve com comprimidos?
um pouco de sono
com serpentes avulsas
de relaxamento, soro?

a surpresa é a chave,

ela não abre:
cofres,
fechaduras,
dorsos,
muros,
mares,
afogamentos,
afogados,
distâncias,
estrelas,
países,
burcas,
cansaços,
olhos,
cabeças

não abre

Patricia Porto


Diário de Viagem para Espantalhos e Andarilhos

Livro: Diário de Viagem para Espantalhos e Andarilhos

Livro: Diário de Viagem para Espantalhos e Andarilhos
Patricia Porto

Livro: Sobre Pétalas e Preces

Livro: Sobre Pétalas e Preces
Livro: Sobre Pétalas e Preces

Livro: Narrativas Memorialísticas: Por uma Arte docente na Escolarização da Literatura.

Livro: Narrativas Memorialísticas: Por uma Arte docente na Escolarização da Literatura.
Editora CRV; link: http://www.editoracrv.com.br/?f=produto_detalhes&pid=3111

Google+ Followers

Com-partilhados...

Pesquisar neste blog