sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

Enigma

Wieslaw Walkuski


Quando a morte toca seu ventre,
a morte carregada no ventre, a morte da vida,
a vida  tão animada comendo do ventre,
a morte cheira a arnica, éter, patchouli.
Força! Diz a herdeira das horas.
Morte, que tamanho tem teu ventre?
As pedras me dizem teu nome como sussurro.
Tinha tanto medo dos fantasmas  
até escavar a pele, a pele escamada de sentimentos.
O fantasma era a própria compondo vigílias na casa escura.
Nenhuma notícia dos homens que chegavam ao Porto.
Uma árvore ali nasceu do ventre da morte ancorada.
Não dava frutos, somente sombras.

Patricia Porto

Diário de Viagem para Espantalhos e Andarilhos

Livro: Diário de Viagem para Espantalhos e Andarilhos

Livro: Diário de Viagem para Espantalhos e Andarilhos
Patricia Porto

Livro: Sobre Pétalas e Preces

Livro: Sobre Pétalas e Preces
Livro: Sobre Pétalas e Preces

Livro: Narrativas Memorialísticas: Por uma Arte docente na Escolarização da Literatura.

Livro: Narrativas Memorialísticas: Por uma Arte docente na Escolarização da Literatura.
Editora CRV; link: http://www.editoracrv.com.br/?f=produto_detalhes&pid=3111

Google+ Followers

Com-partilhados...

Pesquisar neste blog