quinta-feira, 14 de julho de 2016

Tempestade

Pina Bausch


há uma luz que nasce do mistério
uma criação ostenta o pássaro, um pássaro negro e azul,
por isso uso perplexa mãos crispadas de espinhos bem pontiagudos,
pois estou sozinha do lado de cá
e estarei morta do lado de lá

há uma luz que revela antes da chama
o fogo que arde dentro

passageiro, me diga o que encontrou?

o grito de uma mulher
absurda, redonda, cheia,
esculpida em raios

 - não era eu (parecia)

Patricia Porto