quinta-feira, 12 de maio de 2016

Extinção


Judy Dater 


Quem carregará nossos corpos? Ninguém?
Quem ouvirá nosso choro?
Você cuspirá no destino? Talvez.
Quem dormirá de luz acesa na noite de hoje?
Eu, você, todos dormiremos assaltados de medo,
contando nossos corpos fluídos que boiam na bacia. Ninguém.
Ninguém virá catar seus restos fetais.

Refletidos nesses círculos na água
onde crianças brincam de nascer,
por que papai se barbeia?

Patricia Porto