quinta-feira, 24 de março de 2016

Seca

Que aridez era a tua, mulher?
Sentada à beira da porta,
prendendo a passagem
entre a calcinha -
apertava os cravos.

Patricia Porto