sábado, 27 de junho de 2015

absolutamente

Piet Biniek



às vezes a lua projeta uma amostra de seu seio esquerdo
tão esmagadora entre as duas mãos a vida,
-  a vida de porção líquida, escorre definitivos,
alvoroços encaixotados,
um tênis esquecido no armário
- tragédia silenciosa,
voz talhada por não-ditos, esquecimentos

viver e não-viver: dois espelhos rachados
"I loves you, Porgy" na porta mágica

azulejos brancos de separação
limpos, discretos,
precisam sempre de luvas cirúrgicas para asseio

basta reunir pedaços, catalogar as coleções
ou fazer outra qualquer bricolagem

absolutos não são afins
o último a sair
é apenas o último mesmo


Patricia Porto