quinta-feira, 18 de junho de 2015

A fé pela pedra



Benoit Courti


Respire fundo, pois o dia é de bagagem
Nas verrugas nascem promessas de estrelas
Que entregamos nessas dores de parir
As veias imperfeitas, o sangue espesso,
A pedra que me lanças tem teus dedos


Patrícia Porto