sexta-feira, 29 de maio de 2015

Desejo


Elena Vizerskaya [Елка Визерская]


A melhor luz, o melhor tom,
a mão mais suave,
o amor mais sentido
de tão perto, tão belo o vento no teu rosto,
a chuva,
uma doce cantiga, uma porta sempre aberta,
uma língua te envolve, súplica

uma estrela cadente, morta a milhares,
nasce de novo, aliviada da morte

não há melhor luz que essa
- nascer do próprio umbigo
do próprio corpo -
um desejo celeste saliva

Patricia Porto