terça-feira, 14 de abril de 2015

Imenso

Walda Marque



Vou me atirar de cabeça.
As notícias são de varal,
pregadores azuis e amarelo limão,
cabeça na sentença de ser feliz por todo dia ao menos.

Vou me atirar de cabeça
na amostra
um frasco e a dose, bêbada de êxtase nu,
um rio fino, uma tinta,solando no muro, pipas,
orquídea aberta,
um círculo, um sexo, uma veia rompida,
esse sangue nas mãos, dois a dois, um pacto, um silêncio,
nenhum assassino na casa, o vento norte, meu cílios acendem:
vou me atirar de cabeça. Diabo doce.

Patricia Porto