terça-feira, 17 de março de 2015

Espelhos

Posso escrever mil poemas
nenhum deles terá tua face
a face que quebra espelho
nos estranhos que vivemos
tão separados

Patrícia Porto