sexta-feira, 20 de junho de 2014

Memórias e Dimensões



Salvador Dali

Pedras lançadas
em águas paradas
a formar esferas abstratas
que se multiplicam,
sobrepujadas por novas divisões.
Se acumulam
como pensamentos inquietos
de um sentimento quieto e renovado
de quem junta caquinhos
em dimensões subjetivas...

A memória estacionada, uma engrenagem 
que alerta da sensação do quantum és finito.
As gavetas seguem abertas
procurando perguntas...

E os caquinhos são bricolagens desse novo ser.
Medonho. Divino.


Patrícia Porto