quarta-feira, 16 de abril de 2014

Encantadora de Vestígios.



sal, areia, saudade inunda de amor a bacia de óleos quentes,
saudade de ser pedra, vigília de sono ao teu lado.
Então abro essas asas de poeira
e me envio tão extraviada pelo céu e mar de meu sonho secular,
essa serpente no dorso.
Um cheiro bom de gerânios, a malva-de-cheiros,
taça de vinho um seco, pão de cortar com as mãos...
Corpo em exercícios de encantarias, se abastecendo de desertos.
Mundo cheio de sumo e seiva de vida que se aquece no peito, o desnudo,
e acende um pavio. Acesa ilumino a estrada e a pausa por onde passas,
sem ter notícias minhas.
Condenada a amanhecer
colho os ventos de areia,
atravessada de cravos.
Retrato. Mulher dos cravos.
Medusa da alma.
A Pedra e o amor.

Patrícia Porto

video


Diário de Viagem para Espantalhos e Andarilhos

Livro: Diário de Viagem para Espantalhos e Andarilhos

Livro: Diário de Viagem para Espantalhos e Andarilhos
Patricia Porto

Livro: Sobre Pétalas e Preces

Livro: Sobre Pétalas e Preces
Livro: Sobre Pétalas e Preces

Livro: Narrativas Memorialísticas: Por uma Arte docente na Escolarização da Literatura.

Livro: Narrativas Memorialísticas: Por uma Arte docente na Escolarização da Literatura.
Editora CRV; link: http://www.editoracrv.com.br/?f=produto_detalhes&pid=3111

Google+ Followers

Com-partilhados...

Pesquisar neste blog