sábado, 4 de janeiro de 2014

o trem das coisas.


A gente perde o ônibus,
os óculos,
o trem das coisas.
Não o amor.
O amor se vai,
se es vai,
des via,
        O coração é que abisma.

Patricia Porto