terça-feira, 3 de dezembro de 2013

Devora-se

Eva Besnyö


o amor que eu não te dei
é santo!
e o amor que nunca disseste
foi tanto
tanto não!

mas hoje eu vou comer
a tua rejeição
eu vou comer
partir com as mãos
teu corpo feito pão

e no altar
teu nome derramado
meu sangue 
é vão