quinta-feira, 14 de novembro de 2013

Porque era ela.

MoonyKhoa Le

Porque era tão bela
deitou-se na flor,
comeu gominhos,
vestiu fantasias,
fez festa pra estrada,
cantou um sambinha,
trancou a Fera no armário
e fugiu diligente com o padeiro da esquina.

De certo nesta terra nunca mais lhe faltará pão nem piada.

Patrícia Porto