terça-feira, 29 de outubro de 2013

Medo

O poema do poema, por Vanessa Vieira, moça que tece versos: 
(Para A Torre de Caim)

Alejandra Karageorgiu



Medo

Esperto
Vem perto
Excesso 

vai longe (bem longe)

Equilíbrio te quero
vem certo

Vanessa Vieira 



Para Vanessa:

Se usas do meu tecido
para destecer-me o sentido
te ouço e assobio

se usas dos fios de meus retalhos
quero logo o ponto novo

o ovo do novo
que fias no coração velho...


Patricia Porto