segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Dodói

© nevada wier 


Porque eu te amei aos poucos, devagar.
Porque não vivi todo gole então eu tive sede
e tive desejos mais.  
Amor, quando é para sofrer,
só me gasta o verso.
Porque se atravessei a vida sem pensar
pagando minhas loucas penas
pelos teus desvios de atenção.
Tive desejos mais, a submissa!
Porque se é por antecipação ferir para depois sangrar -
tem flores na janela, amor.
Arranque algumas delas
e espinhes as próprias mãos. 


Patrícia Porto