quinta-feira, 12 de setembro de 2013

Eu fugi com o Circo.

Lieke van der Voorst


Desde criança eu esperava o Circo passar.

Feito Carolina.

Emborcada na janela.

Demorou. Demorou. Demorou.

Vovó dizia: "pensa que é Pinóquio .. Tem que ir pra escola ser gente!"

E eu fui... E fiquei tempo demais tentando ser gente.

A Carolina nem viu.

Um dia o Circo chegou...Boneca de madeira. Boneca de pano. Boneca maluca dançando...

Eu fugi, vovó. Virei criança de verdade.

E nunca mais vou adultecer.

Gente, gente nem sei.


Patrícia Porto