terça-feira, 9 de abril de 2013

Sê livre.

VLADIMIR FEDOT.


E se eu só quiser voar sendo livre,
o que dirão os cheios de deveres e compromissos?
E se eu não quiser mais voltar para o engodo da alma,
o que dirão os que esperam minha queda?
E se eu me tornar o mistério
o fabuloso do fogo,
o que dirão os céticos de coração?
E se eu deitar fora toda a profecia,
e queimar as entrelinhas,
romper os pactos,
e entrar sedento e firme
na transcendência sem pedir vossa licença!
O que dirão os inimigos que me vêem um fraco?

É realmente um vexame ser louco
perto dos que retrocedem a passos largos de certezas.
Por isso arde em meu peito a pétala da indecência,
o fruto proibido da mente que pensa,
o pecado que cria
e o gozo da fonte que em mim, pedindo, não seca.
Sou ilha e engasgo,
um constrangimento belo na sua sala de mal estar.
Autenticamente grotesco e liberto na face mais forte
e aguda de meu ser humano.

Patrícia Porto

Diário de Viagem para Espantalhos e Andarilhos

Livro: Diário de Viagem para Espantalhos e Andarilhos

Livro: Diário de Viagem para Espantalhos e Andarilhos
Patricia Porto

Livro: Sobre Pétalas e Preces

Livro: Sobre Pétalas e Preces
Livro: Sobre Pétalas e Preces

Livro: Narrativas Memorialísticas: Por uma Arte docente na Escolarização da Literatura.

Livro: Narrativas Memorialísticas: Por uma Arte docente na Escolarização da Literatura.
Editora CRV; link: http://www.editoracrv.com.br/?f=produto_detalhes&pid=3111

Google+ Followers

Com-partilhados...

Pesquisar neste blog