domingo, 20 de janeiro de 2013

Teus beijos, meus assombros.


© THOMAS LONGO


Se fosse cada pétala
tirada aos gomos
do teu corpo de entregas
- anunciarias em ampulhetas
sem mais areia -
que teus beijos são fantasmas
que me assombram
docemente o por-vir. 

Patricia Porto